Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

05/12/2013 às 10:42

Ancine aponta alta salarial com o aquecimento do mercado produção

Escrito por: Fernando Lauterjung
Fonte: Telaviva

egundo a Ancine, os resultados da Lei do SeAC já podem ser sentidos no mercado de conteúdo. A diretora da agência Rosana Alcântara afirmou no evento, citando dados do IPEA, que o aquecimento da produção já gerou uma alta taxa de ocupação de empregos no setor, com incremento de receitas e salários. No nível técnico, as ocupações que registraram maiores ganhos de remuneração foram os técnicos em operação de câmara fotográfica, de cinema e de televisão, com aumento real de 51,1% nos salários.

Além disso, vem crescendo exponencialmente o número de Certificado de Registro de Obra para TV por assinatura emitidos pela Ancine. No primeiro trimestre de 2012, 116 CRTs foram emitidos para TV paga, contra 928 no terceiro trimestre de 2013.

Fundo Setorial do Audiovisual

Em conversa com jornalistas durante o evento, Rosana confirmou que novas linhas estão sendo criadas para o Fundo Setorial do Audiovisual. Entre as linhas, afirmou, está a que permitirá investimento de recursos na SPCine, a empresa de desenvolvimento da produção e distribuição do cinema e audiovisual que está sendo criada pela Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo.

A diretora da Ancine não quis elencar as linhas em desenvolvimento. Sobre a possibilidade de criação de uma linha destinada à produção de conteúdo por parte dos canais de TV, sem a necessidade de triangulação com produtores independentes, conforme noticiado pela Folha de S. Paulo, Rosana não confirmou nem negou. Disse, no entanto, que o foco da Ancine é sempre o desenvolvimento da produção independente.

Fernando Lauterjung.