Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

23/05/2014 às 15:49

ANCINE instala sua primeira câmara técnica para discutir a digitalização e a distribuição de cinema

Escrito por: Redação
Fonte: Ancine

Composta por profissionais do mercado cinematográfico, a câmara terá sua primeira reunião no dia 29 de maio

Com o objetivo de aferir diagnósticos e discutir possíveis soluções para problemas e situações identificados no processo de digitalização e na distribuição de filmes, a Agência Nacional do Cinema – ANCINE instalou a sua primeira câmara técnica. Os assuntos a serem abordados pelo grupo estão detalhados na Notícia Regulatória que está em consulta pública no portal da agência.

A escolha dos 13 participantes da câmara considerou o seu conhecimento técnico e representatividade profissional em um dos segmentos do mercado audiovisual – produção, distribuição ou exibição. Assim, foram convocados os profissionais Adhemar Oliveira, André Sturm, Eduardo Acuña, Jorge Peregrino, Luiz Alberto Rodrigues, Luiz Severiano Ribeiro Neto, Marcelo Bertini, Márcio Fraccaroli, Marcos Barros, Mariza Leão, Paulo Lui, Patrícia Kamitsuji e Rodrigo Saturnino Braga.

A primeira reunião está marcada para o dia 29 deste mês, no Rio de Janeiro. Entre os pontos a serem discutidos estão a repercussão dos contratos de VPF sobre as atividades das distribuidoras brasileiras, em especial os pequenos lançamentos, a situação dos pequenos cinemas em relação à digitalização e ao lançamento de filmes, o problema dos grandes lançamentos de filmes estrangeiros concentrados em poucos complexos e a regulação do serviço de envio e entrega de conteúdos por satélite para os cinemas. Nesses temas, a Agência focaliza a preservação da diversidade na oferta de filmes e um ambiente comercial equilibrado no mercado de cinema.

Consulta pública está aberta no site da Agência até o dia 20 de junho

A consulta pública da Notícia Regulatória que trata de situações observadas no processo de digitalização da projeção cinematográfica e na distribuição de filmes para cinema está aberta a toda sociedade, com vistas à construção de soluções regulatórias mais adequadas, facilitando o planejamento por parte dos agentes envolvidos. O prazo para envio de contribuições termina no dia 20 de junho.