Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

07/07/2015 às 15:16

Artigo 19 lança documentário sobre o assassinato do jornalista mineiro Rodrigo Neto

Escrito por: Redação
Fonte: Portal Imprensa

Documentário conta a história do jornalista mineiro Rodrigo Neto assassinado em 2013

Com o objetivo de evidenciar o envolvimento de autoridades locais em crimes contra a liberdade de expressão, a ONG Artigo 19 lança o documentário “Impunidade mata”, que conta a história do jornalista investigativo Rodrigo Neto, assassinado a tiros em 2013, em Ipatinga (MG).
 
De acordo com a entidade, Neto fazia cobertura policial e foi morto em decorrência de seu trabalho como repórter.  Entre as denúncias que o jornalista fazia, destaca-se o envolvimento de policiais em crimes conhecidos na região do Vale do Aço.
 
A morte de Rodrigo Neto ganhou repercussão internacional e mobilizou autoridades de Minas Gerais e do Governo Federal. Colegas do jornalista criaram o “Comitê Rodrigo Neto” para exigir que seu assassinato fosse investigado e os responsáveis punidos. 
 
Dois homens foram condenados à prisão por envolvimento na morte de Neto, entre eles, um policial civil. Pessoas próximas ao jornalista afirmam que nem todos os envolvidos no crime foram responsabilizados.
 
“O documentário busca levantar reflexões sobre como superar o envolvimento de autoridades políticas e policiais em crimes contra comunicadores, uma realidade em muitas regiões do Brasil e que tem grande influência na falta de resolução de casos. O assassinato de Rodrigo Neto mostra que o envolvimento de outras esferas do poder público pode ser determinante para o avanço das investigações”, afirma Júlia Lima, responsável pela área de Proteção à Liberdade de Expressão da Artigo 19.
 
“Impunidade mata” é o segundo filme de uma trilogia que aborda a impunidade em crimes contra comunicadores. O primeiro da série — “Impunidade cega” —  aborda a história do fotógrafo Alex Silveira, que perdeu parte da visão após levar um tiro de bala de borracha no rosto durante manifestação.
 
Assista ao vídeo aqui.