Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

20/02/2017 às 16:42

Atlético e Coritiba têm jogo via YouTube vetado por federação

Escrito por: Anderson Scardoelli
Fonte: Portal Comunique-se

Era para ser o primeiro clássico do futebol brasileiro com transmissão exclusiva pelas redes sociais, mais precisamente pelo YouTube e pelo Facebook. Essa era a proposta de Atlético e Coritiba, que se enfrentariam na tarde deste domingo, 19, em partida válida pela quinta rodada do Campeonato Paranaense. Estava tudo certo até momentos antes de os jogadores entrarem em campo para a disputa do primeiro “atletiba” de 2017. O jogo, porém, não foi realizado graças à Federação Paranaense de Futebol. A entidade mandou o árbitro não apitar o início do confronto, o que foi atendido.
 
A federação tomou tal decisão sob a alegação de que o contrato com a Rede Globo proíbe a exibição de partidas do campeonato por outros meios de comunicação, conforme informa reportagem do site da ESPN. A movimentação por parte da entidade que deveria organizar o futebol local chama a atenção por ter barrado a realização do jogo somente minutos antes do horário previsto para o início, com as equipes já organizadas e com os torcedores que pagaram seus ingressos presentes na Arena da Baixada, estádio do Atlético Paranaense. Proibição divulgada de última hora, mesmo com Atlético e Coritiba anunciando desde o começo da última semana a estratégia visando a transmissão via internet.
 
Outro ponto – ainda não explicado pela federação – é que nenhuma das duas equipes acertou contrato com a Rede Globo ou com RPC, afiliada da emissora em todo o estado do Paraná, para a transmissão de seus jogos do torneio. Com isso, os telespectadores da RPC que acompanham  a competição têm tido contato apenas com partidas do Paraná Clube – desde o começo do Paranaense deste ano, o time teve suas três partidas realizadas de domingo exibidas pela emissora, inclusive a de hoje, na vitória por 1 a 0 sobre PSCT. O Coritiba tem sido ignorado pelo canal, enquanto o Atlético teve transmitidos seus três jogos da pré-Libertadores (competição com direitos de exibição comercializados pela Conmebol).
 
Sem o clássico, os dois times se posicionaram contra a decisão da Federação Paranaense de Futebol. Por meio de sua conta oficial no Twitter, o Coritiba pediu desculpas a quem chegou a ir ao estádio e ao público que resolveu acompanhar a partida pelo YouTube e Facebook. O clube “coxa branca”, contudo, registrou que a ação planejada em conjunto com o rival representa “momento histórico”. Ainda no campo na Arena da Baixada, o presidente atleticano, Luiz Sallim Emed, também se dirigiu aos torcedores. “Queria pedir desculpas a torcida”, disse o dirigente, que emendou: a tentativa de exibir o confronto exclusivamente por redes sociais “vai servir para o resto da vida”.