Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

05/02/2016 às 13:37

Banda larga: Fibra óptica responde por apenas 5,05% da infraestrutura nacional

Escrito por: Ana Paula Lobo
Fonte: Convergência Digital

A fibra óptica ainda é incipiente no Brasil. Em 2015, o meio representava apenas 5,05% nos acessos fixos à banda larga, segundo dados divulgados pela Anatel, nesta quinta-feira, 05/02. Os acessos via x.DSL seguem sendo a grande maioria, o que impõem uma maior parte de conexões entre 2 Mbps a 12 Mbps. 
 
Segundo os dados da agência reguladora, a tecnologia que mais cresceu em 2015 foi o cabo, com 9,19% de crescimento e fechando o ano com 8,283 milhões de acessos. O LTE fixo apresentou um bom desempenho com 303,7 mil acessos, muito por conta da atuação da Sky nesse mercado.
 
As conexões XDSL - que dão sobrevida ao cobre da infraestrutura da telefonia - representaram 51,83% do market share nacional, ou 13.256.051 milhões de acessos ativos. Ao final de 2015, a banda larga fixa contava com 25,57 milhões de acessos. No ranking nacional, o Grupo América Móvil - Claro, Embratel e NET - ficou na primeira colocação com 8,110 milhões de acessos, e 31,71% de market share. 
 
Com a incorporação da GVT, a Telefônica supera a Oi na segunda posição e fechou 2015 com 7,396 milhões de conexões, e um market share de 28,92%. A Oi caiu para a terceira posição e fechou o ano com 6,371 milhões de conexões, ou 24,92%. Os provedores SCM aumentam sua participação e chegam a 9,08% do mercado, ou 2,323 milhões de acessos ativos.
 
Já as velocidades de conexões se equivalem ao predomínio das tecnologias de acesso e, por isso, a maior parte das conexões no país tem velocidades variando entre 2 Mbps a 12 Mbps. Mas houve um crescimento das velocidades maiores. Tanto ´assim que houve uma adição de 2,542 milhões de acessos na base de conexões entre 12 Mbps e 34 Mbps.