Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

05/02/2016 às 13:28

Banda larga fixa: 1,4 milhões de novos acessos em 2015

Escrito por: Rafael Bucco
Fonte: Tele.síntese

Telecom Americas foi a empresa que mais atraiu novos clientes, seguida do conjunto de provedores regionais, Telefônica, Sky e TIM

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou na tarde desta quinta-feira, 04, dados de dezembro para a banda larga fixa no Brasil. O que se vê é que a modalidade foi a única, dentre os serviços acompanhados pela agência, a registrar saldo positivo de usuários 2015, ganhando 1.422.236 acessos de janeiro a dezembro. O número representa expansão de 5,89% ao longo do ano. Em relação a dezembro de 2014, o crescimento foi de 6,7%. Ao final do mês, havia 25,57 milhões de acessos à banda larga fixa no país.
 
Os outros serviços acompanhados pela agência são telefonia móvel, fixa e TV por assinatura. Todos com perdas em relação a 2014.
 
Competição
Entre as prestadoras de serviço, a que mais atraiu novos clientes foi a Telecom Americas (Claro/NET/Embratel). A empresa adquiriu 518,8 mil usuários em 2015, encerrando o ano com base de 8,11 milhões de acessos, crescimento de 6,83% de janeiro a dezembro.
 
As prestadoras regionais, categorizadas como outras, formam um conjunto que mais fez novos acesso depois da Telecom Americas. Elas adquiriram 345,4 mil novos clientes, crescimento de 17,46%, terminando dezembro com 2,3 milhões de acessos.
 
A Telefônica conectou mais 329,3 mil acessos em 2015, crescimento de 4,66%, para 7,4 milhões. A Sky acrescentou 144,7 pontos, no ano, terminando com 264 mil, alta de 121,4%. A TIM cresceu 61,55%, contraindo 96,1 mil usuários, somando 252.323 em seu serviço de banda larga fixa.
 
Tecnologia
A tecnologia usada para o acesso fixo à banda larga que mais cresceu no em 2015, de janeiro a dezembro, foi a LTE. Embora normalmente usada por operadoras móveis, a variante usada para a entrega de internet fixa registrou crescimento de 98,69% no período. Em números absolutos, ainda é pequena, com 303,7 mil acessos. As conexões por satélite cresceram 8%, para 67,18 mil. O uso do WiFi (spread spectrum) passou a ser de 1,59 milhão (alta de 14,4%).
 
As conexões por cabo, usada principalmente pela NET, somaram 8,25 milhões no ano, ganhando 632,5 mil acessos – crescimento de 8,3%. Tecnologias xDSL cresceram apenas 0,2% no ano, encerrando o período com 13,25 milhões de acessos. Esta modalidade é usada principalmente por Telefônica e Oi. A fibra cresceu 30,25% de janeiro a dezembro, encerrando o ano com 1,29 milhão de acessos.