Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

23/02/2016 às 16:07

Brasil e Europa firmam acordo para desenvolver a 5G

Escrito por: Redação
Fonte: Convergência Digital

Objetivo é votar em conjunto por definições, padronizações e harmonização de espectro em conferências internacionais, além de incentivar a pesquisa tecnológica

O ministro brasileiro das comunicações André Figueiredo (foto) e o comissário europeu para a sociedade e economia digital Günther Oettinger firmaram na manhã desta terça-feira, 23, um acordo para promover o desenvolvimento conjunto da quinta geração de redes móveis, a 5G. A cerimônia aconteceu no MWC, congresso mundial de telefonia móvel, em Barcelona, na Espanha.
 
Segundo os governos, o objetivo do acordo é prevenir que a 5G seja um privilégio de mercados desenvolvidos, desenvolvendo-se em “silos” ao redor do mundo. Em declaração conjunta, os representantes políticos dizem que a infraestrutura de comunicações é a “espinha dorsal” da economia digital e da sociedade do futuro. Pela declaração, ambos trabalharão pelas mesmas definições e padronizações da próxima geração de rede móvel. Também se comprometem a “facilitar a identificação e uso futuro das faixas de radiofrequência apropriadas para garantir a interoperabilidade global”. 
 
Com isso, Brasil e União Europeia deverão votar em conjunto nas reuniões preparatórias da União Internacional de Telecomunicações (UIT) e na Conferência Mundial de Radiocomunicações (CMR), que ajudarão a definir os padrões de rede e espectro.
 
O bloco europeu e o Brasil ainda concordaram em desenvolver pesquisas conjuntamente em Cidades Inteligentes, Agronegócios, Saúde, Educação, Produtividade Industrial, Transportes, Energia, Serviços de Utilidade Pública e distribuição de conteúdo de vídeo de alta qualidade. Os investimentos ainda serão definidos, bem como cronograma de ação. A intenção é estabelecer parcerias público-privadas para financiar as iniciativas.
 
Os europeus já firmaram acordos similares com Coreia do Sul, Japão e China. Eles calculam que, até 202, existam no mundo 26 bilhões de dispositivos conectados em rede e 70% da população mundial usando smartphones. O bloco pretende fechar acordo do tupo com Índia e Estados Unidos ainda este ano.