Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

28/09/2015 às 14:18

'É absurdo querer criar um banco de dados de quem navega na Internet', diz Juliana Pereira

Escrito por: Luiz Queiroz
Fonte: Convergência Digital

Ao participar do II Congresso Brasileiro de Internet, realizado pela Abranet, em Brasilia, a secretária Nacional do Consumidor, do Ministério da Justiça, Juliana Pereira, antecipou que o anteprojeto de lei de Proteção de Dados Pessoais já tem data para sair da Senacon.
 
Segundo Juliana Pereira, o anteprojeto será apresentado no dia 20 de outubro, durante o encontro da Rede Ibero-Americana de Proteção de Dados, que ocorre em Brasília.  "Esse é um compromisso que nós assumimos", disse a responsável pela Senacon.
 
No evento, a responsável pela Secretaria Nacional do Consumidor, fez duras críticas às posições mais retrógadas com relação ao controle da Internet. Ele reclama dos disparates que estão sendo jogados no mercado. Um deles é a necessidade de criar um banco de dados de quem navega na Internet.
 
"Fico imaginando quem faria isso. O Estado não tem condição de fazer isso. Sem contar que é um absurdo completo até a proposta", disse, pedindo desculpas pela sinceridade. Juliana Pereira foi taxativa: é preciso operacionalizar os debates sobre Dados Pessoais. "Ninguém é dono da verdade. É importante que a Sociedade faça uma discussão a altura do que precisa ser feita". Assistam (aqui) a participação de Juliana Pereira, no II Congresso Brasileiro de Internet, da Abranet.