Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

16/11/2015 às 13:48

ESPN Brasil quebra protocolo e passa a cobrir atentado terrorista na França

Escrito por: Redação
Fonte: Portal Imprensa

Emissora passou a cobrir atentado na França

Na noite desta sexta-feira (13/11), durante o amistoso entre França e Alemanha no Stade de France, em Paris, iniciaram-se ataques que deixaram dezenas de feridos.  Além disso, terroristas invadiram a casa de shows Le Bataclan e fizeram mais de 200 pessoas reféns.
 
As explosões, ocasionadas por homens-bomba, foram ouvidas durante a transmissão da partida e os torcedores chegaram a confundir o barulho com fogos de artifícios. A ESPN Brasil, que apresentava o jogo, deixou a cobertura esportiva de lado para noticiar sobre o caso.
 
O programa "Bate-Bola", comando por João Carlos Albuquerque, ainda contou com a presença dos comentaristas Paulo Calçade, Gian Oddi e o ex-jogador Raí, que jogou no Paris Saint-Germain, uma das principais equipes francesas.
 
Os jornalistas passaram a repercutir as informações das principais agências de notícias e emissoras internacionais, além de mensagens de vítimas dos terroristas nas redes sociais.
 
A emissora esportiva fugiu ao protocolo e ainda contou com as entradas do correspondente João Castelo Branco que trazia informações sobre a França. Apesar da situação fora de controle, a Fifa manteve o jogo entre Argentina e Brasil, válido pelas eliminatórias da Copa 2018.