Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

15/02/2016 às 13:27

Indonésia quer proibir emojis LGBT em aplicativos de mensagem

Escrito por: Redação
Fonte: Portal Imprensa

Governo acredita que emojis influenciem as crianças

O governo da Indonésia solicitará que as operadoras que propõe aplicativos de mensagens instantâneas removam os emojis relacionados aos LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transsexuais), "em respeito às crenças religiosas e culturais" do país. 
 
Segundo a AFP, o chefe de relações públicas no Ministério de Comunicações e Tecnologia da Informação, Ismail Cawidu, afirmou que o governo seguirá o exemplo do aplicativo Line, que removeu emojis LGBT de seu serviço na Indonésia.
 
De acordo com Cawidu, os conteúdos pró-LGBT são especialmente preocupantes, uma vez que sua apresentação em emoticons ou pictogramas podem atrair as crianças, para quem "estas coisas podem ser consideradas algo normal em alguns países ocidentais, mas na Indonésia isso é praticamente impossível".
 
O ministério fez o pedido para a retirada dos emojis para todas as companhias que usam as ferramentas, especialmente Facebook e Twitter. Se elas desrespeitarem a diretriz, podem ser proibidas no território.