Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

09/12/2014 às 17:54

Informação, arma de guerra

Escrito por: Zé Gomes
Fonte: Jornal GGN

Putin cancelou a construção de um gasoduto que uniria a Rússia ao sul da Europa, passando pela Bulgária. Estados Unidos faziam grande pressão contra. Por isso a pobre Bulgária, grande beneficiada, se humilhava e adiava a permissão para as obras em seu território. De repente, em 01/12/2014, Putin vai à Turquia e fecha com Erdogan a construção do gasoduto pelo território turco. Sabem o que esse grande baque geopolítico para os EUA vai causar para Erdogan, segundo especialistas? A partir de agora vamos ver cada vez mais a satanização do Sr. Erdogan na imprensa mundial submissa ao império movido a emissão de dólares. Vão-se descobrir muitas violações de direitos humanos e casos de corrupções que antes não tinham a mínima importância (para os EUA e imprensa submissa), que serão debitados contra o moço. Quem sabe até intervenções militares à la Iraque. Isso dizem os especialistas dos excelentes blogs: The vineyard of the saker,  Counterpunch e The moon of Alabama. Todos em inglês. Muitos textos desses blogs são traduzidos no excelente blog redecastorphoto.blogspot.com.br.

Quanto à nossa Lei de Médios, na minha humilde opinião, se a esquerda tiver alguma força para coloca-la em pauta, face ao perfil do congresso eleito, será inócua se não incluir a Voz do Brasil na televisão: cinco minutos por dia em horário nobre, seis vezes por semana, três dias para o executivo e três dias para o legislativo. Nesses preciosos minutos o governo poderia defender-se, defender o Brasil e o Estado brasileiro. É guerra. Há uma máquina movida a emissão de dólares e espionagem via internet, que quer implantar a tal de Full-Spectrum Dominance –Dominância de Pleno Espectro. Os governos e estados devem ter um canal direto para falar com a população diariamente e defender-se da sedição alienígena. Afinal as TVs usam uma concessão pública. Essa pequena medida (de difícil aprovação, eu sei. A inclusão do legislativo como beneficiário de três dias semanais de transmissão tem a função de facilitar um acordo), que será xingada um milhão de vezes de bolivariana, pode ajudar no curto prazo a evitar a escravidão de “full spectrum”.