Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

05/10/2017 às 23:21

Jornal repete manchetes e matérias na cobertura de tragédias

Escrito por: Redação
Fonte: Portal Imprensa

O mais recente massacre ocorrido em Las Vegas no último final de semana levantou, novamente, o debate sobre o porte e venda de armas de fogo nos Estados Unidos. Este foi o pior ataque a tiros da história do país, com um total de 59 mortos e mais de 480 feridos. Dados da associação Gun Violence Archive (GVA) apontam que desde janeiro, foram registrados 273 tiroteios em massa em solo americano, que resultaram em 11.685 mortes, uma média de 42 vítimas por dia.  
 
Diante deste cenário, o jornal satírico “The Onion”, espécie de “Sensacionalista” americano adotou a estratégia de repetir manchetes e matérias para chamar a atenção do público ao reportar casos de violência por armas de fogo.
 
O “The Onion” republica exatamente o mesmo texto mudando apenas o local, o número de mortos e feridos. Tanto a estrutura do artigo, como as aspas dos personagens são sempre as mesmas. 
 
Sob o título: “No Way To Prevent This,’ Says Only Nation Where This Regularly Happens” (não há maneira de evitar, diz a única nação onde isso acontece regularmente), o jornal traz o depoimento de um americano conformado com a situação dos ataques. “Essa foi uma tragédia terrível, mas às vezes essas coisas simplesmente acontecem e não há nada que ninguém possa fazer para detê-los", afirma o jornal. O “The Onion” utiliza essa técnica desde o ataque na boate Pulse, em Orlando, no ano passado. 
 
Confira a matéria na íntegra, em inglês.