Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

12/03/2012 às 12:28

Lei que obriga tevê a cabo a investir em conteúdo do Brasil divide opiniões

Escrito por: Redação
Fonte: Correio Braziliense Online

Em fase de regulamentação, a Lei 12.485, que determina a obrigatoriedade de exibição de conteúdo nacional de produção independente na televisão a cabo, tem deixado dúvidas a respeito de sua aplicação, tanto para as produtoras quanto para operadoras e telespectadores. Principalmente no que diz respeito às cotas estabelecidas para a exibição desses programas nacionais nos canais por assinatura. A Agência Nacional de Cinema (Ancine), responsável pela regulamentação da lei aprovada em setembro do ano passado, defende que essa é uma forma de construir uma indústria brasileira de conteúdos audiovisuais que tenham como principal “janela” a tevê paga.

Mas a maneira como isso foi estabelecido não agradou à maioria dos canais e das operadoras. “A gente teme que isso possa onerar o serviço e, talvez, nem ser exatamente aquilo que o consumidor deseja”, argumenta Alexandre Annenberg, presidente da Associação Brasileira de TV por Assinatura (ABTA). “A cultura nacional sempre foi muito dominada pela cultura estrangeira. Não vamos só gerar negócios, vamos valorizar a nossa cultura”, defende Carolina Paiva, diretora executiva da Associação Brasileira dos Cineastas (Abraci).