Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

16/08/2014 às 14:31

Locarno, Ventos de Agosto ganha menção honrosa

Escrito por: Redação
Fonte: Correio do Brasil

O filme brasileiro Ventos de Agosto, de Gabriel Mascaro com a atriz Dandara de Morais, ganhou a menção honrosa do 67. Festival Internacional de Cinema de Locarno, onde estreou no começo da competição internacional.

O Leopardo de Ouro, o maior prêmio do Festival, foi para o filme filipino de Lav Diaz. Primeiro filme filipino exibido em Locarno, Mula sa kung ano ang noon (Daquilo que era antes) tem duração de 5 horas e meia e, na sua projeção para a crítica, foram servidos sanduíches e água. Narra os acontecimentos registrados em 1972 durante a ditadura de Ferdinando Marcos, num lugarejo afastado.

O Prêmio Especial do Júri foi para o filme americano, de Alex Ross Perry, Listen Up Philip com Jason Schwartzman e Elisabeth Moss. Um escritor de sucesso mas de convívio difícil e pretencioso, lança seu segundo livro, ganha a amizade de um intelectual mais velho e mais cáustico e se torna professor de literatura numa universidade.

O prêmio de Melhor Direção foi para o realizador português Pedro Costa com o filme Cavalo Dinheiro, definido por ele como uma tragédia caboverdiana. Conta a história de Ventura, envelhecido e doente, que viveu os dias seguintes à Revolução dos Cravos mas que nela, por premonição, não acreditava.

Melhor atriz para a francesa Ariane Labed, no filme Fidelio, a Odisséia de Alice, de Lucie Borleteau. Uma rara mulher no comando da casa das máquinas de um navio cargueiro. Tem seu namorado mas não se priva de sexo durante as longas viagens.

Melhor ator para o russo Artem Bystrov, no filme O Louco, de Yuri Bykov. Apenas o prêmio de melhor interpretação para o filme considerado pela crítica como o principal favorito

O Prêmio do Público, ao qual concorrem os filmes exibidos no telão da Piazza Grande, foi para o filme suíço de Peter Luisi, Schweizer Helden (Heróis Suiços) sobre a montagem da peça de teatro Guilherme Tell, o grande herói helvético, por um grupo de requerentes de asilo de nacionalidades diversas. (Os filmes serão comentados a seguir)

Rui Martins, de Locarno, convidado pelo Festival.