Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

16/12/2013 às 16:22

Mercado da TV paga cresce e chama a atenção das marcas

Escrito por: Redação
Fonte: Adnews

Assim como aconteceu com outros segmentos, o mercado de TV por assinatura pegou carona no crescimento da classe C e aumentou a sua penetração nos últimos anos. Em 2012, por exemplo, esse número chegou a 28% de acordo com estudo do anuário Mídia Dados 2013.

Com isso, os anunciantes demonstram cada vez mais interesse nessa mídia em ascensão. No Brasil, as considerações em torno da TV a cabo, estão em processo de mudança. "O mercado começa a entender um pouco mais. Hoje, em cada três  domicílios do país, um tem o equipamento instalado", afirmou Roberto Nascimento, VP de publicidade da Discovery Networks.

Apesar de existir uma maior percepção dos anunciantes, ainda há um longo percurso pela frente e consequentemente um grande trabalho de promoção para ser feito. "É preciso demonstrar tecnicamente para o anunciante o que representa essa virada." Segundo Roberto, o mais importante para a empresa agora, além de apresentar novidades na programação, é o trabalho de conscientização do meio e de apresentação de resultados. "Fazemos pesquisas para entender a audiência, os novos resultados e para demonstrar, de maneira consolidada, razões para que o mercado mantenha seu investimento."

A nova audiência, conquistada pela TV paga, representa também um novo perfil de consumidor. Com isso, categorias de varejo que não costumavam investir na mídia passam a se interessar. "Somente este ano a Discovery conquistou mais de 100 novos anunciantes", falou Elizângela Mariani, diretora comercial da empresa. Além disso, a Discovery planeja um forte investimento na área de branded entertainment para 2014. O objetivo é oferecer mais alternativas ao mercado e ampliar a cobertura da programação, com a expansão do conteúdo para todas as plataformas (digital, licenciamento, evento).

A TV paga, e como consequência os canais da Discovery, agora enfrentam novos desafios referente a TV sobre demanda. Recentemente, uma coluna do jornal Folha de São Paulo, noticiou que o canal Discovery Kids rejeitou um anunciante de conteúdo infantil sob demanda, a mesma nota considerou a negativa como uma reação da empresa contra a concorrência. Ao ser questionado sobre o assunto, Roberto disse considerar o conteúdo "on demand", um concorrente como qualquer outra mídia. O anúncio da marca não foi aceito, pois grande parte do filme mostra conteúdos próprios do canal. "A propaganda não convida o telespectador a acessar o novo site, mas o incentiva a assistir a mesma programação em outra mídia."

Giovanna Moderiano