Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

04/12/2013 às 09:02

Mostra Sururu de Cinema Alagoano exibe e premia curtas de 2013

Escrito por: Redação
Fonte: G1

Evento acontece entre os dias 06 e 09 de dezembro.Este ano concorrem 22 filmes em 11 categorias.

O momento mais aguardado dos realizadores de cinema de Alagoas chegou. A Mostra Sururu de Cinema Alagoano 2013 será realizado na Praça Multieventos, na Pajuçara, em Maceió, e é aberta ao público. O evento é uma realização da Associação Brasileira de Documentaristas e Curta-metragistas de Alagoas (ABD&C/AL) e tem como intenção estimular a produção audivisual local. Este ano a mostra está mais competitiva com 22 filmes concorrendo em 11 categorias, além de atividades paralelas com debates e mesas temáticas. O evento acontece do dia 06 ao dia 09 de dezembro.

Os 22 filmes que irão competir na 4ª edição da Mostra Sururu foram selecionados entre 49 filmes inscritos. A comissão de seleção foi composta pelos membros do Cineclube Projeção. As películas concorrem em 11 categorias a soma total de R$ 18 mil em prêmios. Além do troféu Algás de Melhor Ficção e Melhor Documentário, também serão eleitos o melhor diretor; roteiro; ator; atriz; direção de fotografia; montagem; desenho de som, trilha sonora e direção de arte. Os vencedores serão anunciados em cerimônia realizada no encerramento da mostra, dia 09 de dezembro.

A produtora Alice Jardim está concorrendo com cinco filmes produzidos pelo Grupo Tela Tudo Clube de Cinema. Dos selecionados, ela aposta no mais recente trabalho, o curta-metragem de 20 minutos a "Rua das Árvores", que foi contemplado no primeiro prêmio Guilherme Rogato, da Fundação Municipal de Ação Cultural. "Estou muito feliz que esse ano os nossos trabalhos serão expostos na praça. Acredito que será mais mais especial que nos anos anteriores. Porque nosso trabalho só vale a pena quando o público assiste", afirma.

Debates
Tendo em vista provocar reflexões e troca de conhecimentos a respeito do audiovisual, em 2013 o evento promove três debates. Cinema e pensamento: o papel da crítica, da autocrítica e da reflexão na construção de um cenário audiovisual, no domingo (08) às 14h; O circuito de festivais e as janelas alternativas para o curta-metragem brasileiro, na segunda-feira (09/12), às 9h; A ABD&C e a representatividade de Classe no Audiovisual, também segunda-feira (09), às 15h. As mesas serão realizadas no Centro Cultural Arte Pajuçara.

Confira a programação:

Sexta-feira (06)
- Futebol na Terra da Rasteira, de Thalles Gomes Camelo (16m50)
- Brêda, de Trinny Alarcon (8m20s)
- Sol Encarnado, de Pedro da Rocha (20m)
- Lixo, de Paulo Silver (9m40s)
- Os Ratos não Descansavam, de Michel Rios (7m14s)
- Diários, direção coletiva (7m40s)
- Missi, de Lays Lins Calisto (7m15s)
- Hoje Não, de Wagner Sampaio (15m)
- Menina, de Maysa Reis e Amanda Duarte (9m43s)

Sábado (07)
- Rua das Árvores, de Alice Jardim (20m)
- Jorge Cooper, de Victor Guerra (20m)
- Bendita, de Antonio Castro  (4m45s)
- Flamor, de Leandro Alves (14m16s)
- Criatura, de Nivaldo Vasconcelos (6m32s)
- Miss, de Alice Jardim e Lis Paim (2m30s)
- Matador, de Wladymir Lima (13m)
- A Lapinha de Dudé, de Walcler Mendes Junior (30m)

Domingo (08)
- Maré Viva, de Alice Jardim e Liz Paim (20m)
- Salão dos Artistas, direção coletiva (12m45s)
- Mwany, de Nivaldo Vasconcelos (18m40s)
- O Vulto, de Wladymir Lima (20m)
- Ontem à Noite, de Henrique Oliveira (20m)

Segunda (09)
- Cerimônia de premiação da Mostra Competitiva