Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

17/09/2015 às 14:00

Netflix lidera, mas começa a ser acossada por rivais na América Latina

Escrito por: Carmen Lucia Nery
Fonte: Convergência Digital

Serviços de vídeo sob demanda fornecidos por empresas de internet geraram US$ 509,2 milhões na América Latina no ano de 2014, segundo dados publicados nesta quinta, 17/9, pela Dataxis. Até 2018, esse número deve crescer 262%, chegando a US$ 1,84 bilhão.
 
O relatório “OTT na América Latina” inclui receitas combinadas de video on demand nos sete maiores mercados da região: Brasil, México, Argentina, Colômbia, Chile, Peru e Venezuela. A Dataxis identificou 86 plataformas de VOD de OTTs nos mercados analisados no fim de julho de 2015. Brasil e México – as maiores economias latino-americanas – são os países com o maior número dessas plataformas: 29 e 17, respectivamente.
 
Até 2018, os serviços por assinatura de VOD vão representar 66,% das receitas, enquanto plataformas de pay per view serão 18% e serviços de downloads, os restantes 15,5%. Brasil e México continuarão os maiores mercados de VOD por OTTs, com o México capturando 43,9% das receitas e o Brasil, 33,4%.
 
O serviço de VOD por assinatura alcançou 6,5 milhões de contas em 2014. A Netflix lidera o mercado com aproximadamente 3,9 milhões de contas pagas ao fim do ano passado. No entanto, a fatia regional de mercado caiu nos últimos anos, resultado da competição, especialmente com a Claro Vídeo, a segunda maior OTT de vídeo sob demanda na região.