Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

08/05/2014 às 17:04

Nintendo terá console para mercados emergentes em 2015

Escrito por: Redação
Fonte: Exame

Companhia planeja lançar um novo sistema de jogos enquanto procura por novas oportunidades depois do fiasco do Wii U

Tóquio - A Nintendo planeja lançar um novo sistema de jogos em mercados emergentes como a China no início do próximo ano, enquanto a companhia procura por novas oportunidades depois do fiasco do console do Wii U.

As fracas vendas do Wii U levaram a Nintendo a registrar prejuízo pelo terceiro ano consecutivo e intensificaram o clamor de investidores para uma mudança da postura da empresa em um momento em que novos consoles das rivais Sony e Microsoft ganham mercado.

A Nintendo rejeitou pedidos para tirar proveito do crescimento de jogos para smartphones. Por outro lado, a companhia está desenvolvendo hardware e jogos para consumidores de baixa renda e menos experiência com jogos do que aqueles em mercado desenvolvidos, disse à Reuters o presidente-executivo Satoru Iwata, em entrevista nesta quinta-feira.

"Ficaria difícil entrar nestes mercados se não criássemos algo novo... Para o mercado de massa você precisa prover algo que a maioria da classe média possa pagar", disse o executivo.

Ele acrescentou que a Nintendo não tem planos de lançar consoles existentes como Wii U ou 3DS em mercados emergentes.

Na China, Iwata disse que a Nintendo entrará com uma estratégia diferente da Microsoft. No mês passado, a rival norte-americana disse que vai começar a vender o console Xbox One por meio de uma parceira chinesa a partir de setembro na zona franca de Xangai, depois que o governo suspendeu uma proibição sobre a venda de consoles estrangeiros no país.

"Nós acreditamos que o mercado chinês tem muito potencial, mas não acho que a suspensão da proibição resolveu todas as dificuldades em ingressar lá. Nós precisamos estudá-lo mais...

Para nós, a estratégia da Microsoft não funcionaria", disse Iwata.

O executivo comentou que não acredita que a Nintendo possa capturar o mercado de massa na China oferecendo um console projetado e com preço para mercado desenvolvido.

Na quarta-feira, a Nintendo divulgou prejuízo de 46 bilhões de ienes (452 milhões de dólares) para o ano fiscal encerrado em março.

As vendas do console portátil 3DS alcançaram apenas um terço das expectativas da Nintendo entre janeiro e março e as vendas do Wii U somaram apenas 2,7 milhões de unidades em todo o ano fiscal, bem abaixo da expectativa inicial de 9 milhões.

Desde o lançamento do Wii U em novembro de 2012, a Nintendo vendeu apenas 6,2 milhões de unidades do console, enquanto a Sony vendeu 7 milhões de PlayStation 4 nos cinco meses desde o lançamento do console em novembro passado.

A Nintendo, que começou como uma fabricante de baralhos, está tentando redefinir o entretenimento enquanto expande sua linha de produtos, disse Iwata.

"Todo mundo, incluindo nossos próprios funcionários, nos considera uma companhia de videogames apesar da história de 120 anos da Nintendo", afirmou o executivo.

O primeiro console de jogos de sucesso da companhia foi o Nintendo Entertainment System (Famicom), lançado há 31 anos.

"A Nintendo é uma companhia de entretenimento e acho que precisamos ampliar a definição de entretenimento", afirmou.

Iwata afirmou que a próxima geração de produtos da Nintendo deve ser orientada à melhoria da qualidade de vida dos usuários, incluindo um produto "não vestível" já mencionado em apresentação em janeiro. Ele não deu detalhes.

A Nintendo também vai lançar um aplicativo para celulares inteligentes para interação com jogos e apresentação de novos games antes do fim do ano.