Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

05/10/2017 às 23:39

ONU Mulheres oferta curso gratuito com o tema Comunicação, saúde e direitos das mulheres

Escrito por: Redação
Fonte: fenaj

Jornalistas, comunicadores e ativistas podem se inscrever até o próximo dia 13 para o Curso de Comunicação, Saúde e Direitos das Mulheres. Promovido pela ONU Mulheres, entidades parceiras do campo da comunicação – entre elas a FENAJ –  e outras agências das Nações Unidas, com apoio de empresas de comunicação digital, o curso será realizado em Natal, Recife, Rio de Janeiro e Salvador.
 
Haverá turmas para jornalistas e outras para os demais comunicadores.  Para jornalistas, o curso será realizado nas seguintes datas: Rio de Janeiro (16 e 17/10/17), Natal (24 e 25/10/17), Salvador (6 e 7/11/17) e Recife (13 e 14/11/17).  Para os demais comunicadores: Rio de Janeiro (18 e 19/10/17), Natal (25 e 26/10/17), Salvador (9 e 10/11/17) e Recife (16 e 17/11/17).
 
As turmas serão distintas em razão das rotinas profissionais e das características das mídias. A turma de jornalistas é voltada para repórteres, editoras e editores, produtoras e produtores, assessoras e assessores de imprensa e estudantes de Jornalismo. A turma comunicadoras, comunicadores e ativistas destina-se a blogueiras e blogueiros, vlogueiras e vlogueiros, radialistas, cyberativistas, repórteres comunitárias e comunitários e ativistas com interesse em comunicação. Cada turma tem o limite de 50 participantes.
 
O curso retoma a parceria entre a FENAJ e a ONU Mulheres, iniciada, em 2011, com o curso de Gênero, Raça e Etnia para Jornalistas.   Além da FENAJ, são parceiros para a realização os Sindicatos de Jornalistas da Bahia, do Município do Rio de Janeiro, de Pernambuco e do Rio Grande do Norte e outras entidades que atuam no campo da comunicação.
 
As inscrições são totalmente online. Informações mais detalhadas estão disponíveis no blog do curso e eventuais dúvidas poderão ser enviadas para o e-mail: grejornalistas@gmail.com
 
O Curso de Comunicação, Saúde e Direitos das Mulheres está estruturado em três  módulos:  Mulheres, saúde, acesso aos direitos e os contextos de enfrentamento ao racismo, ao etnocentrismo e à violência em sociedade; Comunicação, ética e os princípios da solidariedade e justiça social na saúde; e Mídias digitais. Também haverá duas atividades pedagógicas, uma sobre leitura crítica da mídia e outra de produção de conteúdo por meio da interação com fontes especializadas.
 
O curso é viabilizado por projeto de cooperação entre a ONU Mulheres e a Fundação Ford para incentivar a qualificação da cobertura local da imprensa, de plataformas digitais de comunicação livre, veículos de comunicação comunitários e populares sobre a realidade das mulheres infectadas pelo vírus zika e tríplice epidêmica e arboviroses, articulando os direitos sexuais, direitos reprodutivos, prevenção e eliminação da violência contra as mulheres, tomando por base a garantia das mulheres ao direito humano à comunicação e o incentivo ao empoderamento político e econômico.
 
 A iniciativa tem como objetivo preparar jornalistas, profissionais da imprensa e estudantes de Jornalismo e comunicadoras e comunicadores para a abordagem das temáticas de gênero, raça e etnia, colaborando para a melhoria do trabalho jornalístico e da produção de conteúdos livres de comunicação, com destaque à saúde e ao enfrentamento à violência contra as mulheres.