Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

16/09/2016 às 17:12

Pediatras são contra fim da classificação indicativa na TV

Escrito por: Rádios EBC
Fonte: Comunique-se

Para falar do fim da limitação da classificação indicativa na TV o programa ‘Revista Brasil’ entrevistou a presidente da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), Luciana Rodrigues Silva. “Nós achamos que o fim da limitação da classificação indicativa, nós estaríamos expondo a criança ha muitos conteúdos na televisão que são contra-indicados, sobretudo para criança pequena, principalmente para a criança na pre-adolescência e na adolescência”, esclarece a presidente.
 
Luciana explica que a criança tem desenvolvimento mental e psicológico muito acelerado nos primeiros anos de vida e é fundamental que nessa época ela aprenda os valores, os princípios, que tenha educação adequada. “Muitas crianças hoje ficam de 4 a 6 horas por dia em frente a telas de televisão, computadores, tabletes. E as informações, os jogos, cenas de violência, agressividade, de exposição sexual inadequada podem desvirtuar os princípios de crianças e adolescentes”, disse.
 
A presidente informa que os pediatras estão muito preocupados e encaminharam série de correspondências para o governo federal, Ministério da Saúde e da Educação e vários outros órgãos, para que o fim da classificação indicativa possa ser repautado e revisto.
 
O ‘Revista Brasil’ é produção das Rádios EBC e vai ao ar, de segunda a sábado, às 8h, na Rádio Nacional AM Brasília. A apresentação é de Valter Lima, com participação do ancora Cirilo Reis.