Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

18/07/2017 às 20:13

Posse da nova diretoria do Sinterp/BA agita noite da Estação Forrozeira

Escrito por: Redação
Fonte: Firtert

Foi no sábado (15/07) a posse da nova diretoria do SINTERP/BA para o triênio 2017/2020, reunindo muitas pessoas na Estação Forrozeira, em Armação. Os novos diretores foram apresentados pelo Radialista Ivanzinho de Jesus e além dos discursos de Everaldo Monteiro, o antigo coordenador, que passou sua gestão para as mãos de Dimas Araújo, também falaram os diretores Ivan Aragão, de Valença;  Richard Cordeiro, de Cícero Dantas;  Ray Cruz, de Irecê; Tina Maria, de Teixeira de Freitas;  Gileno Miranda, de Itamaraju; Rogério Galdence, de Eunápolis  e o repórter Tatu, de Jequié.  Após a realização da cerimônia da diretoria o forró rolou noite adentro  fazendo dançar até os mais tímidos.
 
Dimas Araújo, coordenador do SINTERP/BA,  disse que espera fazer uma boa gestão com a nova diretoria, apesar de todas as dificuldades que estamos passando em nosso país. “Espero que possamos ajudar muito o trabalhador. O curso de formação foi bastante direcionado para isso. A palestra do INSS foi muito importante e nossos companheiros demonstraram uma grande busca pelo conhecimento. A parte do DIEESE foi fundamental e o Mário Diniz, presidente do SAFITEBA ( Sindicato dos Auditores Fiscais do Estado da Bahia) nos deu uma injeção de ânimo. Foram  três dias excelentes em termos de aprendizado”, declarou.
 
O vice-coordenador, Marcelo Xavier, disse que haverá muito trabalho na próxima gestão  devido à aprovação da Reforma Trabalhista. “Sabemos que vamos ter a maior dificuldade. Vamos tentar nos aproximar mais dos associados com atividades de lazer, esporte.  Vamos ver quais carteiras estão vencidas, cadastrar as pessoas. É a única maneira de darmos uma virada nessa fase mais difícil. Sei que colegas apostaram em nós e vamos ter muita cobrança. Temos que fazer uma reunião para nos aproximarmos da base para reconquistar sua confiança”, afirmou.
 
Para José Orlando, diretor da Regional Extremo Sul, a expectativa é que o sindicato invista mais nas regionais para avançar em muitas conquistas e passar uma imagem de segurança  para os trabalhadores com investimento em seminários e presença constante da direção nas regionais. “Depois dessa Reforma Trabalhista temos uma batalha intensa pela frente. Precisamos passar uma mensagem de esperança e de luta”, sintetizou.
 
Márcia Aguiar, diretora da Regional Sudoeste, espera que a nova diretoria dê continuidade ao trabalho da gestão começada por Everaldo Monteiro, tendo consciência de que será mais complicado. “A categoria tem que se fortalecer para enfrentar esse momento adverso que estamos passando. O desafio dessa diretoria é maior”, revelou.
 
Mário Castro, Secretário de Saúde da FITERT, disse que é um momento adverso pelo qual qualquer sindicato vai passar. Um momento complicado com a tendência de prejudicar o movimento sindical. “A diretoria vai ter que se mobilizar com o trabalhador, ter muita união. Será um tempo de muita luta para conseguir sair dessa situação. O difícil momento político pelo qual passa o país, a Reforma Trabalhista, a retirada do imposto sindical, tudo isso vai nos atrapalhar”.