Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

07/11/2017 às 20:55

Pré-candidatura de Manuela repercute nas redes

Escrito por: Redação
Fonte: Portal Vermelho

O comunicado divulgado neste domingo (5), pelo Partido Comunista do Brasil (PCdoB) de que a deputada estadual Manuela D’Avila será a pré-candidata do partido à Presidência da República teve ampla repercussão nas redes sociais e na imprensa..
 
"O PCdoB, que apoiou o PT em praticamente todas as eleições presidenciais desde a redemocratização, decidiu lançar candidatura própria à presidência da República, em 2018", diz a matéria publicada no Brasil 247..
 
"A decisão do PCdoB afasta o partido de seu principal aliado, o PT. Desde 1989 os comunistas apoiaram todas as candidaturas presidenciais petistas", setencia o Estadão, apesar de se tratar apenas de uma pré-candidatura. 
 
O MBL, que gosta de espalhar ódio e fakenews nas redes, também usou as redes sociais para comentar o anúncio, demonstrando o seu incômodo com a candidatura comunista. "Se até o PCdoB não quer estar associado ao PT, a coisa se complica para as hostes de Lula e Gleisi", postou.
 
Mas não é o que pensa a presidenta nacional do PT, a senadora Gleisi Hoffmann‏ (PR), que respeitou a autonomia do partido aliado e saudou a pré-candidatura de Manuela. "PCdoB lança Manuela d’Ávila à presidência da República. Grande quadro político, grande mulher! Ali na frente nos encontraremos Manu!", tuitou a senadora.
 
Daniel Samam, músico editor do Blog de Canhota e militante do PT do Rio de Janeiro também escreveu: "Acho que as 3 pré-candidaturas [Lula, Ciro e Manuela] devem fazer o debate na perspectiva progressista de saída para a crise, firmando um pacto em torno do referendo revogatório de todo entulho aprovado pelo consórcio golpista e sinalizar sempre na construção da unidade do campo democrático-popular."
 
"Manuela d'Ávila pré-candidata a presidente? Ousado o PCdoB. Gostei", comentou o internauta André Bob.
 
"Gostei do anúncio. A Manuela é uma figura forte, limpa e que traz oxigênio ao debate político. Não vejo desunião, mas sim, construção. As necessárias alianças à esquerda vão sendo discutidas e construídas ao longo da caminhada. E agora com mais força. Parabéns PCdoB pela decisão", comentou Leandro Altheman Lopes, abordando as críticas de que a candidatura divide o campo da esquerda. 
 
Do Portal Vermelho