Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

26/10/2017 às 20:56

Rede Anhanguera de Comunicação: equipe é agredida durante reportagem em Campinas

Escrito por: Redação
Fonte: Fenaj

Rede Anhanguera de Comunicação: equipe é agredida durante reportagem em Campinas
O repórter fotográfico Carlos Souza Ramos foi xingado e agredido por homens que se identificaram como proprietários do bar e restaurante Cenário, estabelecimento denunciado por se apropriar do espaço público
 
No último sábado (21), uma equipe de reportagem da Rede Anhanguera de Comunicação (RAC), de Campinas, sofreu uma tentativa de intimidação e de violência enquanto realizava seu trabalho. Um dos profissionais da RAC, o repórter fotográfico Carlos Souza Ramos, foi xingado e ameaçado caso publicasse as fotos, teve seu crachá funcional arrancado e foi agredido por três homens que são empresários na cidade.
 
A matéria tratava do uso indevido de parklet instalado pela prefeitura em frente ao bar e restaurante Cenário, na Rua Coronel Quirino, bairro do Cambuí, pois se trata de uma área pública de lazer e convivência, mas os proprietários do bar e restaurante se apropriaram do local e o transformaram numa extensão do estabelecimento privado.
 
A Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) e o Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo repudiaram a tentativa de intimidação e, principalmente, a agressão ao fotógrafo. As entidades destacam que a liberdade de imprensa é um dos pilares universais da democracia, e que a violência, o desrespeito e a intolerância não são alternativas para a solução de problemas.
 
Para Agildo Nogueira Junior, diretor da regional Campinas do Sindicato, “é inadmissível que mais um profissional seja agredido no exercício de sua profissão. É a segunda vez que uma equipe de jornalistas da RAC é hostilizada por frequentadores do espaço pelo mesmo motivo. Carlos é um profissional experiente, respeitado e respeitoso. O Brasil vive um momento de transformação e a cultura da paz deve ser um valor invocado e preservado”, afirma o sindicalista.
 
Desde sua instalação em Campinas, em agosto, o parklet tem gerado polêmicas pelo seu uso indevido. O espaço foi criado antes que a Câmara Municipal tenha discutido e debatido um projeto de lei que regulamente os parklets.
 
O prefeito de Campinas Jonas Donizette que já havia proibido o uso privado e comercial do local logo após a primeira reportagem realizada pela RAC e determinou a realização de nova fiscalização que pode resultar em multa de R$ 1,5 mil caso seja verificada alguma irregularidade.
 
O fotógrafo registrou boletim de ocorrência no 1º Distrito Policial por ameaça, injúria, supressão de documento e lesão corporal. Ramos também passou por exame médico no pronto-socorro do Hospital Beneficência Portuguesa, e, nesta segunda-feira (23) passou por exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal.
 
O Sindicato dos Jornalistas está avaliando uma medida jurídica a tomar em defesa do profissional.
 
Escrito por: Redação – Regional Campinas do Sindicado dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo