Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

19/01/2012 às 19:42

Secom adia Fórum Mundial de Comunicação e Inclusão Digital

Escrito por: Carla Kunze
Fonte: Portal Vermelho

A Secretaria Estadual de Comunicação e Inclusão Digital (Secom) adiou o Fórum Mundial de Comunicação e Inclusão Digital, que aconteceria nos dias 30 e 31 de janeiro e 1º de fevereiro de 2012, na sede da Fiergs, em Porto Alegre. Ainda não há previsão de nova data, mas o evento deve ocorrer até novembro.

O Fórum, que deverá reunir especialistas da área, como o atual presidente da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) e da Federação de Periodistas da América Latina e Caribe (Fepalc), Celso Schroeder, a secretária-geral da Federação Internacional dos Jornalistas (FIJ), Beth Costa, o presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do RS, José Nunes, o presidente da Associação Riograndense de Propaganda (ARP), Daniel Skowronsky, e o presidente da Agert, Alexandre Gadret, tem a proposta de "debater os conteúdos divulgados pelas novas mídias, que "precisam ter a mesma responsabilidade que a mídia tradicional tem", explicou Gadret.

Beth Costa destacou que o debate sobre a liberdade de expressão e sobre a era digital já é feito em países da Europa, África e Ásia e parabenizou a iniciativa. "O Governo gaúcho está de parabéns pelo esforço em realizar esse evento. O Fórum será um espaço propício para pensar o futuro do jornalismo a partir das novas tecnologias."

Para a secretária Vera Spolidoro, a era digital trouxe mudanças também nas relações de trabalho na área da comunicação. "Quando é o tempo livre do jornalista?", indagou a titular da Secom, ponderando que, hoje, o profissional tem que estar constantemente "conectado" ou "online", seja em casa, no carro, pelo celular ou tablet.

Sobre as novas tecnologias, que impulsionam a criação instantânea de canais de comunicação não tradicionais, a exemplo das redes sociais, Celso Schroeder foi enfático: "É inexorável, do ponto de vista de uma avalanche tecnológica". Mas para o jornalista e professor, é necessário fugir da frieza com que comumente são tratadas as questões tecnológicas para que se possa ter uma "dimensão humana" do uso desses novos meios de comunicação.

O Fórum Mundial de Comunicação e Inclusão Digital deverá mobilizar pesquisadores, universidades, profissionais da área da comunicação e cultura, entidades e representantes de movimentos sociais em torno do tema "Liberdade de expressão e cultura digital". Com uma estimativa de público de 5 mil pessoas, o evento vai levar à Capital gaúcha cerca de 40 palestrantes de outros países para um debate amplo sobre comunicação e inclusão digital, a sua relação com a cidadania e com o poder público e sua incidência sobre a política e a cultura dos povos.

Para a organização do Fórum, a Secom já conta com algumas entidades parceiras, entre elas, a Associação gaúcha de Emissoras de Rádio e Televisão (Agert), Associação dos Jornais do Interior (Adjori), Associação dos Diários do Interior (ADI), Associação Riograndense de Propaganda (ARP), Associação Riograndense de Imprensa (ARI), Sindicato dos Jornalistas Profissionais do RS, além da Fenaj, Fepalc e FIJ. Agora é aguardar a nova data e local do evento.,

* Secom