Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

21/07/2017 às 20:06

Sindjorce e FENAJ se solidarizam com CUT e Frente Brasil Popular

Escrito por: Redação
Fonte: Fenaj

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Ceará – Sindjorce e a Federação Nacional dos Jornalistas – FENAJ vêm a público se solidarizar com os dirigentes e funcionários da Central Única dos Trabalhadores no Ceará (CUT/CE) e os integrantes da Frente Brasil Popular Ceará, vítimas de um suposto assalto ocorrido na manhã desta quinta-feira (20/07), na sede da Central, em Fortaleza/CE.
 
O ataque ocorreu no mesmo momento da reunião da operativa da Frente Brasil Popular Ceará, que ultimava detalhes do ato convocado por Diretas Já e em defesa do ex-presidente Lula. A atividade, prevista para iniciar às 16 horas de ontem, foi adiada.
 
O diretor de Comunicação do Sindjorce, Nathan Camelo, foi uma das vítimas da ação realizada por um grupo de cerca de oito homens armados, dois dos quais se passaram por dirigentes de sindicatos rurais e anunciaram o suposto assalto. Em seguida, os demais homens entraram e renderam todos os presentes, fazendo reféns e buscando o presidente, Wil Pereira, e o tesoureiro da CUT/CE, Helder Nogueira.
 
O grupo levou notebooks, celulares, objetos pessoais, dinheiro e cheques. Mas o que chama atenção é o fato de terem levado HDs de computadores e agendas pessoais dos dirigentes. Além disso, depredaram salas, promoveram tortura psicológica (com ameaças de morte), e agrediram sindicalistas e funcionários da CUT/CE com coronhadas e pontapés.
 
No momento em que a classe trabalhadora é vilipendiada por uma série de golpes, a sede da maior central da América Latina sofre esse tipo de ação, evidenciando que querem calar a voz dos trabalhadores. O Sindjorce e a FENAJ exigem rigor na apuração do ocorrido e conclamam a classe trabalhadora a permanecer em luta, atenta e forte. Mais do que nunca, somos fortes, somos CUT!