Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

22/12/2017 às 19:37

SINDJORS e FENAJ solicitam alteração em projeto que modifica exigências para cargos de jornalista em São Leopoldo

Escrito por: Redação
Fonte: Fenaj

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul (SINDJORS) e a Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) encaminharam nesta quinta-feira, 21 de dezembro, ofício para a presidente da Câmara Municipal de São Leopoldo, Edite Lisboa, protestando contra irregularidade na redação das exigências para dois cargos na área de Comunicação Social na cidade do Vale do Sinos. Conforme o documento, o Projeto de Lei que altera a lei nº 7910/2013, que dispõe sobre a organização e estrutura do poder executivo municipal de São Leopoldo, indica que para as funções de Superintendente de Comunicação e de Assessor(a) de Radiojornalismo  o requisito oferece  como opção o “registro profissional como Jornalista há pelo menos cinco anos”. As entidades pedem a supressão deste item.
 
“Esclarecemos que este tipo de registro vem sendo concedido pelo Ministério do Trabalho sem qualquer exigência de escolaridade, permitindo que pessoas não qualificadas entrem no mercado. Para a entidade, somente a formação no ensino superior completo em Comunicação Social garante o exercício do Jornalismo qualificado, bem apurado e ético”, esclareceu o presidente do SINDJORS, Milton Simas Junior, que assinou o ofício em nome das duas entidades.
 
Como o prefeito Ary Vanazzi solicitou a apreciação e a votação do projeto em Regime de Urgência, o Sindicato e a Federação pedem também pronta análise da presidente da Câmara Municipal e sugerem que os jornalistas locais façam intervenções junto à líder política.