Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

31/01/2018 às 21:13

Sob orientação dos EUA, polícia brasileira vai reprimir jornalismo independente

Escrito por: Miguel do Rosário
Fonte: O Cafezinho

Parece piada, o diretor da Polícia Federal, o ultracoxinha Fernando Segovia, viajará aos EUA, às nossas custas, para pedir orientação sobre como reprimir “fake news”.
 
Algumas observações:
 
1) A polícia brasileira não pode ter autoridade para determinar o que pode ou não publicar, o que é ou não “verdade”. E se a denúncia for contra o próprio diretor da PF?
2) Os EUA é o último país para o qual podemos pedir orientação sobre como combater fake news. Os órgãos mais prestigiados do jornalismo americano, a começar pelo New York Times, publicam fake news há décadas, sempre como forma de apoiar os interesses do governo de seu país. Já esqueceram as “armas de destruição em massa”? Aliás, o próprio governo americano é um dos maiores centros mundiais de produção de fake news.
3) É impressionante como a grande imprensa acompanha acriticamente essas movimentações: é porque ela as apoia, por intuir que o combate às fake news não passa de estratégia para ampliar a repressão às notícias, narrativas e opiniões que divergem do monopólio.
 
 
 
« O SOCIALISMO AVANÇA NO CENTRO DO IMPERIALISMO RELATÓRIO MOSTRA DECADÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR PRIVADO NO PAÍS »