Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

11/06/2014 às 09:32

Sony busca ampliar os limites do Playstation 4

Escrito por: Redação
Fonte: ABINEE

Sony busca ampliar os limites do Playstation 4

- 11/6/2014

Em 2013, no período que antecedeu a Eletronic Entertainment Expo, o entusiasmo do mercado em relação aos novos consoles de games da Sony e da Microsoft foi temperado com o ceticismo quanto à intenção dos usuários continuarem pagando altas cifras por novos dispositivos de jogos. A Sony reduziu essas preocupações ao vender mais de 7 milhões de consoles do Playstation 4 e ao destacar uma vantagem de mais de 5 milhões de unidades em relação ao Xbox One, da Microsoft. Essa diferença talvez explique o porquê da Microsoft estar investindo na edição do evento deste ano ainda sob a ótica de convencer os usuários aficionados por games os "hardcore users" a comprar seus consoles, enquanto a Sony está expandindo suas fronteiras.

Na segunda-feira, a Sony afirmou que irá lançar o microconsole Playstation TV nos Estados Unidos nesse ano e que vai iniciar um período de testes abertos do Playstation Now, serviço de jogos na nuvem, no fim de julho.

O Playstation TV já está disponível no Japão e o Playstation Now está atualmente em um período de testes privados. As duas ofertas fornecem uma boa pista de como a Sony planeja o futuro do seu negócio de consoles de games. O Playstation TV é o que a Sony tem de mais próximo para competir com a Apple TV ou a Amazon Fire TV, ainda que tenha um foco maior em jogos mais sofisticados. O dispositivo se assemelha a outros aparelhos de TV pela internet em termos de tamanho e preço US$ 99 somente o equipamento ou US$ 139 com um controle, cartão de memória e um jogo. Ele pode ser usado para transmitir jogos de um Playstation 4 a outro aparelho de TV em um mesmo local. A Sony enfatizou os jogos mais adequados para famílias no dispositivo, que também irá rodar uma série de aplicativos de mídia. O Playstation TV também terá jogos mais antigos disponíveis para download e será capaz de transmitir games do Playstation Now.

A ideia do Playstation Now serviço no qual os usuários pagam por acesso digital aos jogos está em curso há alguns anos. Nesse período, a Sony aprendeu o quanto é difícil torná-la realidade. Um serviço de streaming chamado OnLive gerou muita ansiedade antes de falhar em 2012. A versão da Sony foi desenvolvida pela Gaikai, uma rival do OnLive comprada naquele ano. A grande questão do serviço da Sony está relacionada ao seu modelo de negócios. A Sony diz que planeja cobrar entre US$ 3 e US$ 20 pelo acesso aos jogos, que apostará em um modelo semelhante ao de serviços digitais de aluguel de conteúdo.

Michael Pachter, analista da Wedbush Securities, acredita que a Sony terá dificuldade para encontrar um preço que as empresas de jogos e os usuários estejam dispostos a pagar. "A Sony só terá acesso a bons jogos se cobrar algo em torno de US$ 5 por dia, e eu não vejo muitos jogadores interessados em pagar essa cifra", afirmou.