Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

14/01/2014 às 13:00

Startup de rádios on-line compra da AOL tocador de música Winamp

Escrito por: Redação
Fonte: G1

Empresa belga Radionomy confirmou aquisição nesta terça-feira (14).Em 2013, AOL anunciou que popular tocador de MP3 seria descontinuado.

A startup de rádios on-line Radionomy confirmou em nota nesta terça-feira (14) que adquiriu da AOL o popular tocador de música Winamp e a plataforma de transmissões Shoutcast. Os valores da negociação não foram divulgados.

A notícia surge após ambos os serviços quase serem extintos. Em 2013, a AOL revelou que o Winamp e seus recursos on-line seriam descontinuados no dia 20 de dezembro e que a partir desta data não seria mais possível fazer o download do programa. No entanto, o anúncio despertou o interesse de outras companhias - segundo rumores, inclusive da Microsoft - e manteve o tocador de MP3 vivo.

"Queremos que ele esteja em todos os lugares, desenvolvendo novas funcionalidades dedicadas a computadores, aparelhos móveis, sistemas automotivos, dispositivos conectados e todas as outras plataformas", afirmou Alexandre Saboundjian, cofundador e CEO da empresa belga Radionomy, em relação aos planos da empresa para o Winamp.

A nota diz ainda que "a aquisição da (plataforma) Shoutcast irá expandir a presença da Radionomy, principalmente nos Estados Unidos, tornando-a a fonte de aproximadamente metade de todas as transmissões de rádio pela internet em todo o mundo".

Apesar de não divulgar publicamente os números da compra do Winamp, Saboundjian afirmou ao jornal belga "De Tijd" que a sua companhia efetuou uma nova rodada de investimentos e que a AOL se tornará uma das acionistas da Radionomy.

História
O Winamp ficou famoso na década de 90 e surgiu no auge da bolha da internet. A Nullsoft, desenvolvedora do programa, foi comprada pela AOL em 1999 por US$ 90 milhões.

Além de explorar um mercado que mudou muito ao longo dos últimos anos, o Winamp estava um pouco defasado. As últimas novidades do tocador de MP3 foram o lançamento de uma versão para Android, em 2010, e o Winamp Sync para Macs, em 2011.

A possível aposentadoria do Winamp no ano passado relembra outros serviços que marcaram a histórica da internet e foram descontinuados em 2013. O Google Reader, agregador de notícias da gigante da internet, saiu do ar em 1º de julho. Poucos dias depois, em 8 de julho, o Yahoo declarou o fim do pioneiro AltaVista, uma das primeiras ferramentas de busca da internet.