Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

31/01/2017 às 19:31

Teles confirmam o depósito de R$ 2,6 Bilhões para a TV DIGITAL

Escrito por: Miriam Aquino
Fonte: Tele Síntese

O edital de venda da faixa de 700 MHz previa pagamento anual de R$ 1,1 bilhão, até acabar o compromisso de R$ 4 bilhões. Com a correção monetária e juros, o depósito de duas parcelas soma esse valor.

Algar Telecom, Claro, TIM e Vivo confirmaram o depósito de R$ 2,6 bilhões no caixa da EAD (empresa que financia o processo de desligamento da TV analógica) conforme determinou a Anatel. Esse montante equivale a duas parcelas de 30% cada da dívida que as operadoras de celular contraíram quando compraram a frequência de 700 MHz. A Oi não participou desse leilão.
 
Conforme as regras do edital da época, teria que ser pago alguns bilhões para o governo e outro tanto (cujo valor  foi calculado pela Anatel) seria direcionado para a liberação da faixa. Para o governo, as teles pagaram R$ 5, 22 bilhões  se comprometeram com outros R$ 4 bilhões para o deslocamento das emissoras de TV que ocupam esse espectro e distribuição dos kits para a população de baixa renda.
 
Do montante a ser repassado para a limpeza da frequência, as operadoras depositaram 30% do valor inicial e deveriam pagar parcelas iguais de R$ 1,1 bilhão (sem as devidas correções e juros) anualmente, até acabar o compromisso. Mas no ano passado, as operadoras foram dispensadas de fazer o depósito porque o cronograma de implantação estava atrasado. Este ano elas pediram para pagar só uma parcela, mas a Anatel quis todo o dinheiro, argumentando que não havia previsão legal para mais esse adiamento.
 
Segundo Quadros, se sobrar recursos depois de concluído o desligamento da TV, eles serão repassados para massificar a banda larga.