Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

05/12/2016 às 18:12

Transformação digital: Estatais precisam mudar já ou serão engolidas

Escrito por: Luiz Queiroz
Fonte: Convergência Digital

A transformação digital chegou e não há como as empresas estatais gastarem dois anos - conforme prazo estipulado pela Lei 13.303 que rege as estatais - para alterarem seus estatutos e, por consequência, mudarem seus processos de compras, como forma de aglizar os serviços que prestarão ao governo e a sociedade.
 
"Os nossos clientes já estão na era digital com milhões de smartphones nas mãos e o que eles precisam são serviços, seja de governo ou de empresas privadas, de uma maneira geral. Então esse é o desafio se coloca de uma maneira muito forte", afirmou Delfino.
 
Essa transformação digital, segundo o vice-presidente da Capgemini, Delfino Natal Souza, exige que as mudanças ocorram imediatamente, sob pena das estatais acabarem engolidas brevemente pelo novo mercado, não típico, que trabalha com tecnologias disruptivas. Esse alerta, explicou ele, também é válido para as empresas tradicionais de TI.
 
Delfino explicou que o mercado de TI precisa entender que argumentos como melhorar a eficiência e reduzir custos operacionais, embora sejam fortes para o governo ou na iniciativa privada partirem para a nuvem, não são suficientes para, entretanto, evitar o "rolo compressor", originado pela mobilidade e pela  transformação digital. Se não houver agilidade na forma como vão trabalhar nesse ambiente, correm o risco de enfrentar uma concorrência desigual com esses novos modelos disruptivos.
 
"Cada segmento está ganhando o seu modelo disruptivo. O sistema financeiro tem as fintechs, empresas independentes com seus modelos financeiros, com grande sucesso, atuando nesse mercado. Como os bancos estão observando isso"? indagou.
 
A CDTV gravou a participação do executivo da Capgemini no "1º Seminário Governo Digital e o Setor de Tecnologia da Informação e Comunicação", promovido pela Brasscom em parceria com o Serpro, que contou com apoio institucional da ABES e da Assespro Nacional. Assistam:
 
Assista ao video: https://youtu.be/zCKQQ49_mHk