Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

28/03/2016 às 16:52

TV Digital: EAD antecipa distribuição de kits para manter Brasília no prazo

Escrito por: Luís Osvaldo Grossmann
Fonte: Convergência Digital

As teles não querem ver a reprise de Rio Verde em Brasília e por isso a distribuição de conversores e antenas para beneficiários do Bolsa Família já começou na próxima região a ser ‘desligada’. Os equipamentos permitem receber os sinais digitais de televisão, mesmo em aparelhos analógicos.
 
Nas contas da EAD, o braço operacional da transição digital, até aqui já foram entregues 48.410 kits em nove municípios do Entorno do Distrito Federal que serão afetados pelo desligamento dos sinais analógicos previsto para 29 de outubro.
 
Além da capital, a mesma data afeta a transmissão de TV em Águas Lindas, Cidade Ocidental, Cristalina, Luziânia, Novo Gama, Planaltina, Santo Antônio do Descoberto e Valparaíso, que ficam em Goiás, mas na prática fazem parte da região econômica de Brasília, também chamada de Entorno do Distrito Federal.
 
Com base em números deste mês, Brasília e Entorno contam com 156 mil beneficiários do Bolsa Família – público com direito a receber gratuitamente os kits de conversor e antena, sendo 76,5 mil apenas nas cidades goianas. Segundo a EAD, a distribuição em Brasília terá início em maio.
 
O processo de digitalização começou no ano passado, com um cronograma que previa o primeiro desligamento em 29 de outubro último, em Rio Verde (também em Goiás), mas a cidade ‘piloto’ acabou tendo a data adiada para 1o de março.
 
Para que sejam desligados os sinais analógicos, a regra da transição prevê que 93% dos domicílios de cada município estejam preparados para receber os sinais apenas digitais.  Em Rio Verde, o grupo de teles, emissoras de tevê, governo e Anatel que coordena a transição decidiu prosseguir com o desligamento com um percentual menor, da ordem de 85% de lares prontos.