Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

25/09/2014 às 15:05

Vice de Marina fez campanha contra o 'Marco Servil'

Escrito por: Renato Rovai
Fonte: Revista Fórum

Na última segunda-feira (22), a candidata à presidência pelo PSB, Marina Silva, participou do evento Diálogos Conectados, promovido pela campanha Banda Larga É Um Direito Seu. Diante de um público formado por entidades e ativistas que lutam por uma internet mais democrática e livre, prometeu “transformar a conexão à internet em serviço essencial no país (como eletricidade e água)” e universalizar a “banda larga veloz”.

Se no discurso Marina defendeu uma rede mais acessível a todos, na prática, o posicionamento do seu candidato a vice não tem sido o mesmo. Ao contrário, ele foi a favor dos interesses das teles no debate recente do Marco Civil. Beto Albuquerque (PSB-RS) criticou a aprovação da Lei enquanto ele tramitava na Câmara, no começo no ano. Como deputado federal, declarou publicamente que votaria contra a matéria. Em março, chegou a chamar a lei de “Marco Servil” e participou de um tuitaço contra a sua aprovação.

No debate da Banda Larga, Marina foi questionada sobre isso. O fato de Albuquerque ter criticado fortemente o Marco – considerado uma das legislações mais avançadas no mundo sobre o tema até pelo criador da rede, Tim Berners-Lee – não passou batido. Em sua resposta, entretanto, foi evasiva e não comentou a posição de Albuquerque. Depois, orientada por sua assessoria, retomou a questão e afirmou que “Beto sempre defendeu o Marco”. Marina enganou, talvez por ter sido enganada, seus interlocutores.

Segue a prova de que Beto Albuquerque fez campanha contra a legislação mais avançada do mundo da Internet. É triste ver Marina neste papel de diz e se contradiz, diz e se contradiz, diz e se contradiz…

Em março, Beto Albuquerque participou de tuitaço contra a provação do Marco Civil da Internet (Foto: Reprodução/Twitter)