Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

30/06/2015 às 16:14

YouTube: a nova grade televisiva

Escrito por: Barbara Sacchitiello
Fonte: Meio e Mensagem

Networks de vídeos online apostam em programação fixa para atrair audiência e negócios

Apesar de só ter dez anos de vida, o YouTube já é um veículo de massa. O potencial de público e a flexibilidade de produção que oferece propiciaram o desenvolvimento de um grande mercado de networks — redes que agregam canais de assuntos diversos. É um setor em amadurecimento no País­ e inspirado, em grande parte, na mídia ainda onipresente no cotidiano brasileiro: a TV aberta. Networks têm veiculado programas com dia e horário fixos para ir ao ar, tal qual uma grade televisiva. Essa estrutura permite ampliar os modelos comerciais oferecidos aos anunciantes e conquistar um dos maiores ativos da TV convencional: a construção do hábito de audiência. 
 
Criada em janeiro de 2014, a Network Brasil (NWB) ampliou a equipe e criou uma estrutura completa de criação e distribuição. A empresa nasceu do sucesso do canal de esportes e humor Desimpedidos. Ficou algum tempo incubada junto à Spray Filmes e separou sua operação logo depois (ainda dividem o mesmo espaço). A rede tem 12 canais e muitos vídeos são gravados em estúdio próprio, como o Acelerados — apresentado por Rubens Barrichello, também estreou uma versão nas manhãs do SBT. Veja os vídeos aqui e aqui.
?
Transformar canais do YouTube em marcas fortes também é o objetivo da Snack.­ Criada em março do ano passado, a rede de 15 canais aposta em produções de qualidade e programação regrada para conquistar audiência cativa. Entre os destaques da programação da rede estão os canais Vendi Meu Sofá (sobre vida saudável, protagonizado pela web celebridade Gabriela Pugliesi), o Ok, Ok (voltado ao universo da fama e das celebridades) e o Amigo Gringo (com dicas de Seth Kugel sobre Nova York). Assista os vídeos aqui, aqui e aqui.
?
Com apenas três meses no mercado, a Pulp TV, criado pelo publicitário George Acohamo (conhecido como Benson), ex-vice-presidente da ParaMaker, vislumbra um futuro promissor. A empresa planeja encerrar o ano de 2015 com mais de 10 canais na grade. Em seu portfólio, a Pulp TV já tem canais como o Geek Show, do humorista Oscar Filho, e Sem Mimimi, da jornalista Mariliz Pereira Jorge. Nos próximos dois meses, o portfólio será incrementado com as estreias dos canais Petit Comitê, da blogueira de moda Julia Petit, Porrada, do humorista Claudio Manoel, e Em Casa, do apresentador André Vasco. Assista aqui e aqui.
?
 
A íntegra desta matéria está publicada na edição 1666 de Meio & Mensagem, de 29 de Junho de 2015, disponível apenas para assinantes as versões impressa e também para tablets iOS e Android.