Receba no seu e-mail

Voltar

Clipping

15/06/2015 às 14:26

YouTube lança plataforma para gamers

Escrito por: Redação
Fonte: Tele.síntese

Site e app vão concorrer com Twitch.tv, comprado em 2014 pela Amazon por cerca de US$ 1 bilhão

O YouTube anunciou hoje, 12, o lançamento do YouTube Gaming, área dedicada à transmissão e hospedagem de vídeos sobre jogos eletrônicos. A iniciativa concorre com o Twitch.tv, serviço de streaming de partidas adquirido ano passado pela Amazon por US$ 1 bilhão, após negociação frustrada da própria Google (dona do YouTube).
 
A plataforma será distribuída por aplicativo próprio, separado do YouTube, e tem também seu próprio site. A previsão é que seja lançada no “verão de 2015, do hemisfério norte”, ou seja, a partir do final deste mês. O serviço terá 25 mil páginas, cada uma específica para um jogo. Aceitará inscrições de seguidores e enviará notificações por e-mail quando uma transmissão favorita for iniciada.
 
O YouTube afirma que a separação do conteúdo de games para a plataforma própria trará benefícios aos usuários. Entre elas, destaca que ao fazer buscas, os termos trarão resultados apenas do universos dos games. “Ao procurar por ‘call’, você terá certeza de encontrar ‘Call of Duty’ [jogo de ação], e não ‘Call me Maybe’ [música]“, exemplifica Alan Joyce, gerente de produto responsável pelo YouTube Gaming, em nota.
 
A empresa promete um sistema mais simples que o da concorrência para transmissões ao vivo das partidas. Sua tecnologia será capaz de realizar streamings a 60 frames por segundo, com gravação automática do conteúdo, recursos que já existiam no YouTube. O sistema terá ainda uma função de envio de alertas automaticamente para a audiência conectar no canal no início das transmissões e um link único para compartilhamento da transmissão. Os produtores de conteúdo poderão monetizar os vídeos, usando o sistema de publicidade do Google.
 
Inicialmente, apenas Estados Unidos e Reino Unido terão acesso à plataforma. Mas detalhes serão divulgados na E3, feira mundial de jogos eletrônicos, que acontece nos Estados Unidos, na próxima semana. A empresa não divulgou valores gastos no desenvolvimento do produto. No final de 2014, o Twitch.tv dizia ter 100 milhões de espectadores por mês.