Receba no seu e-mail

Voltar

E-Fórum / Notícias

16/10/2015 às 18:17

Frentex-PR: oficina de stêncil e debate sobre comunicação pública

Escrito por: Frentex-PR

Atividades marcam a Semana Nacional pela Democratização da Comunicação, que no Paraná será de 24 a 29 de outubro

O Paraná também está na luta pelo direito à comunicação. Nos dias 24 e 29 de outubro a Frente Paranaense pelo Direito à Comunicação e Liberdade de Expressão (Frentex-PR) vai promover duas atividades diferentes em Curitiba: uma oficina de stêncil e um debate sobre Comunicação Pública. As ações integram a Semana Nacional pela Democratização da Comunicação, com atividades confirmadas em 13 estados de todas as regiões do Brasil.
 
A Oficina de Stêncil pela democratização da mídia será no dia 24, na Praça Osório, em Curitiba, a partir das 15h. Por meio da técnica de pintura, o encontro tem o objetivo de incentivar os participantes a pensarem criticamente e expressarem questionamentos e problemáticas geradas pela concentração midiática no Brasil. “A falta de pluralidade e diversidade cultural, a objetificação da mulher, o racismo, o coronelismo eletrônico, a publicidade abusiva contra crianças, a homo, bi e transfobia, todos são motivos para colorir pela democratização da mídia e por respeito aos direitos humanos!”, afirma a ativista Anupama Salamon, da Frentex-PR.
 
Já o debate sobre Comunicação Pública vai mobilizar todas as gentes no dia 29 de outubro. A atividade terá início às 19h, no auditório da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Campus Juvevê. O evento contará com a presença do jornalista da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC) e coordenador do Sindicato dos Jornalistas do Distrito Federal, Jonas Valente. Há muito tempo ele se dedica à pesquisa e militância política para defender os princípios da comunicação pública. 
 
“A luta pela mídia democrática reivindica, entre outros, o fortalecimento da comunicação pública. Entender o papel dos veículos públicos de comunicação, como rádios e TVs educativas, faz com que avancemos na defesa da comunicação plural e diversa - direito de todos os cidadãos. Aqui no Estado, temos que voltar a discutir a situação da Rádio e Televisão Educativa do Paraná, por exemplo”, reforça Diangela Menegazzi, diretora de Formação do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (Sindijor-PR) e militante da Frentex-PR. 
 
O debate é promovido pela Frentex-PR e SindijorPR, e tem o apoio do Departamento de Comunicação da UFPR e do Grupo de Pesquisa Comunicação e Democracia. 
 
Cenário Político
 
O atual cenário político brasileiro, com o aumento da movimentação antipopular e medidas de austeridade que afetam as condições de vida da maioria da população, tornam a luta pelo direito à comunicação ainda mais estratégica se quisermos alcançar um projeto justo e democrático para o desenvolvimento do país.
 
Semana Nacional
 
Convocada pelo Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação, a ‘Semana’ tem por objetivo chamar atenção para a importância da atualização do marco legal para as comunicações, que contemple todos os setores da sociedade.
 
Nesse contexto, duas frentes se tornam necessárias: a coleta de assinaturas ao Projeto de Lei de Iniciativa Popular da Mídia Democrática e a cobrança para que o Poder Público tome medidas imediatas para avançar na garantia e promoção da liberdade de expressão. 
 
Vale lembrar que menos de dez grupos familiares concentram os principais meios de comunicação no Brasil, numa verdadeiro esquema de monopólios e oligopólios em âmbito regional e nacional. Além disso, cerca de 25% dos senadores e 10% dos deputados controlam concessões de rádio e televisão, violando a Constituição Federal de 1988 e desequilibrando o jogo democrático da representação política.
 
>> Participe do debate Comunicação Pública: informações plurais e diversidade cultural: https://goo.gl/17isli
>> Participe da Oficina de Stêncil pela democratização da mídia: https://goo.gl/4ogbCr